terça-feira, 13 de novembro de 2012

A vida quando menos esperamos nos apronta novidades muitas vezes não como desejamos, ai so temos que nos render ao destino que nos foi reservado, jamais fui de me entregar a uma luta, nem mesmo de dar a guerra por vencida sem lutar. Mas existe momentos que o melhor dos guerreiros sucumbe ante o inesperados e perde as forças de luta.Quero retornar a ser a guerreira que sempre fui que ja enfrentou um leão por dia e dormiu cercada  das incerteza, mas ai cadê as força, onde foi prar toda garra? Aqui fico a pedir luz , aos que ja partirame  aos que ainda me cercam. Meu destino está selado dede o momento que nasci posso tentar adiar o maximo mas ...Se é mforça que tenho pela frenais uma prova de te que venha vou dar tudo de mim pra vencer.Não sei como vencer o rio e suas corredeira, nem as tempestades, ja nem sei mais controlar meu destino, meu corpo meu coração, adoeceu e não foi de amor, amor não mata so ajuda a revigorar, mas senciosamente ele vemil desfalecendoe eu malvada cada dia mais e mais o maltratando, ha cigarro...
Ocorreu um erro neste gadget