sexta-feira, 8 de junho de 2012





Explosão
Fatima Mello - Fofinha

Numa explosão de mudanças
vi,
senti as coisas irem acontecendo
novas formas surgem majestosas
novos contornos são vislumbrados
Mundo novo
Novos pensamentos
Identidade reorganizada
são tantas coisas a serem estruturadas
Aceitas
Revistas
Sentidas
Mas os valores
os ideais
os sentimentos
permanecem imutáveis
a vida segue os mesmos rumos
as decisões são novas
os ideais os mesmos
 



Acordar
Fatima Mello
(Fofinha/RS)
 
Ao acordar olhei-me no espelho
Nele vi refletido todos os sonhos
Que não alcancei...não vivi...
Sonhei voar em busca do infinito
Ousei encontrar uma paz mais perfeita
Mas sonhos... que são sonhos?
Reflexos do querer?
Almejar aquilo que não conquistamos
Há sonhos!
Sonhar e recusar o real.
Como não SONHAR?
Não querer buscar o infinito
Como negar o sonho mais bonito...
Quero continuar sonhando,
Somente desta maneira continuarei viva.
Sentirei que sou autora dos ideais mais bonitos, e
Farei da minha vida um bem infinito.
 
 
 
 
 
 
 
 




Sou...
 
Fátima Mello[fofinha]
 
O fruto maduro
que não foi colhido
e do pe caiu...
a chuva mansa
que escorre pela vidraça
deixando um caminho por onde passa
a brisa mansa refrescando
o andarilho do cansaço...
Sou o antes o depois
a negação da mentira
a certeza do certo
sou a que foi
e a que será
não sei se amada
mas sei que sou tua
sou razão e emoção
na medida certa...
 



Tu és e será

A flor mais formosa
Do jardim da minha vida.
Chegastes como nada queria
Inebriando-me com seu perfume
Senti meu corpo esmoecer
O coração em taquicardia
Sabia desde o primeiro olhar
Que te farias dono
Deste pobre coração
Tão desgastado pelo desamores
Por tantos dissabores
Me desnudastes da hipocresia
Fez-me mulher
Fez-me amiga
Fez-me virar flor
Para perfumar a nossa vida
Deixando um pouco de perfume
Pelos caminhos que juntos percorreremos
Tu és meu e eu sou tua

Fatima Mello[fofinha]

Dançando

A musica nos leva a sonhar
e em outros lugares estar
sonhando ou amando
como em um bailado ficar,
unidos dois corpos sedentos de prazer
elevados pela musica, ali tu e eu
em um compassso só
nos entregamos
Eu temerosa tu todo afoito
sem saber de que forma me acalmar
tuas mãos sedentas
por meu corpo desliza
teu labios em busca dos meus
e ao compasso da musica
me ponho a sonhar...
 
FatimaMello
Fofinha



quinta-feira, 7 de junho de 2012

Mulher

Que gerou o filho
Que sorriu que chorou
Mas sua lagrima nunca mostrou
Amamentou e educou
Que amou que sofreu
Mas calada se conformou,
Da vida sorveu a doucura
Sentiu o amargor.
E ainda a mesma mulher
Que a vida nem viu passar,
Que amanhaceu sorrindo
Mas deitou chorando,
Sem saber de onde tirar o sutento
Mesmo sorrindo ou chorando
Continuou firme e nao se deixou derrubar
Com todas transformacoes
Continua ainda a ser:
A mesma MULHER

Fatima Mello[{fofinha}







 
 

colorados

COLORADOS

NÓS COLORADOS MUDAMOS DE TECNICO...

TIRAMOS UM BURRO...

E COLOCAMOS O FALCAO


*FALCAO VOA ALTO E NAO MORRE POR QUALQUER COISA, É VENCEDOR*


*Onde?*
 
Fatima Mello[fofinha]
 
Onde nos perdemos,
em que lugar do sonho
as juras e a esperança estão?
 
Onde ficou a vontade
doida de nos consumir-mos
naquele grande amor?
 
onde foi a esperança
de na eternidade vivermos
como se de um dois fossemos?
 
Onde foi tu,
onde fiquei eu?.
 




amar você é...



Amar você É...

Viver cada dia
como se o último fosse,
buscando em ti
o que falta em mim,
podendo desfrutar
o Maximo que a vida nos oferece
Amar você é ,levitar
como se voássemos em direção
das estrelas, em busca de nos.
amar você é ternura,
confiança da reciprocidade,
e podermos sonhar juntos
e realizar nossos sonhos!

Fátima Mello[fofinha]
           Bagé/RS
                 













Lembrando de você

Fatima Mello[fofinha]

Fechando os olhos
tu imagem surge
inundando meu pensamento
meu corpo responde
se enchendo de calor
e arrepios de saudade
uma vontade intensa
um desejo latente
ter tuas mãos em mim
tua boca percorrendo
meu corpo...
desejo intenso
vontade de te beijar
de ter teu corpo
quente cobrindo o meu
uma doideira imensa
de sem pudor .
sem nexo...
sem dogmas...
Uma entrega total...
quentura real
quero fazer do meu corpo
teu ninho, onde sacias tua fome
tuas loucuras...
 



Sou Poema

Fátima Mello[fofinha]

em todas estações
do inverno ao verão...
No inverno...
Canto o frio que mata
quem seu abrigo não tem,
faz ficar bem juntinho
buscando no outro calor.
Na Primavera...
canto junto com os pássaros
que de galho em galho
constroem seus ninhos,
canto o reflorescer do jardim
colorindo a vida em multicores.
No verão...
É só festa,  a vida flui
Sol causticante doura corpos
aquecendo corações.
No outono...
canto os tons ocres
o esmorecer das flores
perdendo vida
caindo ao solo
servindo de adubo
para um novo reflorescer.
Canto o Sol canto o frio
canto na flor que ressurge
canto a tristeza que morre.



Beleza


FátimaMello[fofinha]

Beleza um estado de espírito
ou emanação d'alma?
As pessoas não são belas
apenas pelas formas perfeitas
de um corpo que envelhece,
apodrece e morre.
As pessoas são belas
por suas atitudes,
seus gestos perante a vida,
ou junto de quem as cerca.
Beleza é vista erroneamente
por apenas contornos esbeltos
do corpo,
Beleza?
Essa tem-se ou não
e nem todos têm o
dom de chegar ao âmago
do ser humano,
tem que ter olhos para enxergar
o coração e a alma.


Entre feras me vi... 
 
Onde pensei existir amor
somente despreso senti
desesperada por ser mal amada
resolvi fugir e parti...
Na busca  da felicidade
 entre feras me vi
Hoje levo no peito
a saudade do que quis viver aqui,
mas marcada pela vontade
de perto de ti sentir
a firmeza do amor
e  as feras destruir.

 
FatimaMello
Fofinha

segunda-feira, 4 de junho de 2012


QUERO TE AMAR
 
Fátima Mello[fofinha]

Quero te amar como nunca
sentir teu corpo vibrar
em consonância com o meu
sentir tua língua sedenta
meu corpo todo percorrer
e juntos ao prazer chegarmos,
suados ofegantes
do prazer gozado, desejado
e em um suspiro
um nos braços do outro
descansarmos para que
o tempo nos dê fôlego
tudo de novo sentir...
*****
Quero te amar...
Pelo menos mais uma vez
 e depois deixar tu me esquecer
Sonhes

Fatima Mello - Fofinha


nada melhor que sonhar
mesmo que ao acordar so tenha restado
o gosto do beijo sentido
no corpo o calor das mãos
que por teu corpo deslizaram
mesmo assim continues a sonhar
sejas nele dono de tuas vontades
faça nele aquilo que a realidade
não te oferece então sonhes
que voas, que flutuas
seja nos meus ou nos braços
de quem tu quiseres...
Apenas continues a sonhar!

 

PORQUÊ?
 
Fátima Mello[fofinha]
 
Porque o homem teima
dia a dia destruir
o que a natureza
levou milênios a contruir
porque, porque?
Não posso aceitar
Impotente me deixo estar
somente minha voz
meu grito se ouve
são ecos sem respostas
e voz levada pelo vento
Pode ser que gritando
outras vozes se unam
e possamos alertar
modificar essa maneira
de pensar e agir.

Felicidade

Fatima Mello - Fofinha

É algo que se decide por principio
Temos sempre duas escolhas
Ficar lamentando o que não temos
ou agradescer aquilo que conquistamos
Cada dia é um presente
A vida e como conta bancaria
você só pode retirar aquilo que depositou
ao longo de sua jornada
Deposite todo dia nesta conta
felicidade, harmonia , alegrias que  vivestes
E deixes o barco correr
Tua conta crescerá todo dia
Ria, procures todo dia aprender
curtas a simplicidade das coisas
Quando vires tua vida assim como tua conta
será farta destes predicados que tanto buscamos
Mas principalmete fiques vivo enquanto viver.

BuscaFatima Mello - (Fofinha)

Entre hibisco busquei-te
mas viu-se perdida entre rosas
e mesmo com todo perfume
foi os espinhos que feriram a carne

E nesse emaranhado
buscou saídas, quis se  safar
mas da rosa so a ferida ficou,
o perfume se perdeu...

Voltou
 a buscar saídas
que  fizessem reverter,
tirar a dor, livrar a saudade
sorvendo o perfume buscando verdades



Fechada em um mundo sem rostos
sem cor,sem luzes, sem alegrias

cheia de dores,
ficou a lamber suas feridas...
 

Ocorreu um erro neste gadget