quinta-feira, 7 de junho de 2012


Sou Poema

Fátima Mello[fofinha]

em todas estações
do inverno ao verão...
No inverno...
Canto o frio que mata
quem seu abrigo não tem,
faz ficar bem juntinho
buscando no outro calor.
Na Primavera...
canto junto com os pássaros
que de galho em galho
constroem seus ninhos,
canto o reflorescer do jardim
colorindo a vida em multicores.
No verão...
É só festa,  a vida flui
Sol causticante doura corpos
aquecendo corações.
No outono...
canto os tons ocres
o esmorecer das flores
perdendo vida
caindo ao solo
servindo de adubo
para um novo reflorescer.
Canto o Sol canto o frio
canto na flor que ressurge
canto a tristeza que morre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget