domingo, 22 de abril de 2012


SOU
 
 
 
No manancial da verdade
me banho desnuda
entre hibiscos e flores multicor
me deleito em seus perfumes
Sou manha de sol radiante
entardecer de sol poente
sou límpida como cristal
sem macula procurando sempre
da imperfeição me furtar
Procuro ser sempre chuva mansa
que molha a terra sem destruir,
ser sol da primavera
que as arvores ajuda a florir.
Sou verdade sou amiga
O verbo mentir não sei conjugar
prefiro sempre o verbo unir
pra que possa em minha cama dormir.
 
Fátima Mello[fofinha]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget