sábado, 16 de abril de 2011



LAMENTO é...

Fátima mello[fofinha]
 


É o vai e vem do berço
Embalado por mãos exaustas
Da tríplice jornada de uma mãe

O andar trôpego
Do andarilho de lata em lata
Em busca de algum resto de alimento

O suspiro doído
Dos doentes nos saguões
Dos hospitais em busca de atendimento

O tremor dos mendigos
Nas noites gélidas do inverno
Embaixo de uma marquise qualquer

Dos passos cansados
De um pai a todo lado
Na busca incessante por um emprego

Lamento...
Eu sinto no peito
Em ver meu povo dia após dia
Em busca do pão, da casa; do emprego
 
**********

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget