sábado, 16 de abril de 2011

Mar e a Vida

Fátima Mello (fofinha)
Inconstante em seu ir e vir
maré alta...
maré baixa...
ressaca...
segue ele sempre
beijando, lambendo
 a areia da praia,
como se amante fosse...
Ora em rompantes beijos
cheio de perfumes e conchas furta cor,
ora trazendo a podridão de sua ressaca.
Assim somos nós...
bravios...
serenos...
num eterno ir e vir
de emoções...
Beijando a vida
com sofreguidão
doçura,
muitas vezes em lágrimas.
Neste vai e vem
nos descobrimos
misteriosos, profundos
límpidos ou até mesmo turvos,
seguimos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget